quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Valparaíso

Da janela da hospedagem a noite.

Um dos muitos elevadores que tem a cidade. Esse é pra ser o mais famosao!!






Um pouquinho de natureza, nos jardins da casa do homi da foto anterior!


Vista da cidade da casa do famoso Pablo Neruda.


Velho!!! Ainda tem Trolebus aqui!!! Que massa!!


Entrada de Valparaíso. Esse monumento deve ser em homenagem ao enrosco que é isso aqui!!


Esperando a conduçao.


Vinhedos e mais vinhedos no caminho.


Hoje foi mais um dia tranquilo. Sol a mil, calor afuzél (= muito forte). Estrada de mao dupla com acostamento generoso. Foram 110 km com duas paradas "estratégicas" para consertar o pneu traseiro, e mais duas nos dois túneis que haviam no caminho. Nestes túneis, o primeiro com cerca de 3 km de comprimento e o segundo com 1,5 km o transito de bikes é proibido. Bom isso nao é novidade! Em quase todo túnel é assim. Só que aqui a coisa funciona e tem um veículo para passar a bike pro outro lado. No primeiro foi só chegar no escritório que havia antes da entrada, já colocamos a bike no carro e o transbordo foi feito. No segundo, o escritório ficava do outro lado, entao foi só acionar o botao da cabine SOS que tinha antes da boca do túnel, explicar a situaçao, e 10 minutos depois a bikle já estava do outro lado.
Aqui em Valparaíso me alojei numa pousada pois nao tem camping. Uma coisa engraçada é que mesmo Santiago sendo toda limpinha e organizada, eu achei a cidade um lixo. Aqui, que é realmente um lixo, achei legal pacas!! Meu, cidade regida pelo caos essa aqui!!!
Com a bike pelada, dei um giro pela cidade, que tem cerca de uns 275 mil viventes. A cidade é tao pirada que até esqueci que estava de cara com o Oceano Pacífico!
Amanha a idéia é ir na cidade que está colada nessa, Viña del Mar, e no mesmo dia começar a avançar sobre a cordilheira.

Té depois.

3 comentários:

Tathi disse...

Rssss Enrosco mesmo. Você é certo nos comentários!

Bj

Marcelo disse...

Ricardo,
também acho valparaízo (assim como outras cidades, tipo puerto mont) um lixo. creio que deve ter 112.876 cães abandonados, videntes e uns 35.789 estudantes vadios que ficam fazendo "botellon" ou seja, enchendo os cornos e quebrando as garrafas nas ruas...
ve se vai de leve na subida dos andes... aproveita para ver o carrosel e coisas assim pelo caminho.
aqui também tá quente pra caralho

te cuida

falow

forte abraço do teu amigo e fiel depositário da tua variant azul

marcelo, o barnabé

Ricardo Brüggmann-Mühle disse...

Oh Barnabé! E o Jeep? Ainda vive? Mandou carta, e-mail, "sinal de fumaça", alguma coisa?