quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Roteiro definitivo (ao menos essa semana!!!)




Essa semana fiz as devidas alterações no roteiro que havia comentado. Houveram poucas alterações no trajeto de ida. Tinha me esquecida que na na BR-290 (a famosa Free-Way) que liga a cidade de Osório a Porto Alegre, o tráfego de bicicletas é proibido. Optei então por uma rodovia paralela. Uma talvez futura alteração seja a utilização da BR-101 no trecho entre a Lagoa dos Patos e o Oceano, para chegar a cidade de Rio Grande. É um trecho da 101 conhecido como "Estrada do Inferno". Essa fama se deve ao tipo de pavimentação (ou melhor, a falta dela), que até uns 10 anos atrás era de areia e barro. Quando chovia virava uma festa para Jipeiros (e só pra eles)! Hoje em dia o trecho que ainda mantém estas características se resume a meros 60 km. Bom, pegar ou não essa estrada é uma coisa que vai depender de como São Pedro vai se comportar nos dias antecedentes à minha aproximação daquele trecho. Penso também que se a estrada esteja ruim, possa ir pela beira da praia.

No entanto é no retorno que fiz as maiores mudanças. Inicialmente iria só entrar no Chile na altura da capital Santiago. Um dos motivos para isso foi o fato de que os preços no Chile são um pouco mais salgados, ao contrário da Argentina. Vendo fotos e lendo relatos de viajantes que utilizaram a Carretera Austral (Chile) decidi percorre-la. Adicionei então mais umas duas semanas de Chile. Uma vantagem desta troca é a mudança radical no clima. A Carretera Austral fica entre o Pacífico e os Andes, é uma região de chuvas constantes. Ao contrário, na Argentina, o clima é muito seco, chuva é coisa rara. A cordilheira acaba segurando toda a umidade que vem do Pacífico. É mais ou menos o que acontece com o litoral Nordestino do Brasil. E como a ida já vai ser feita toda por uma paisagem muito seca é bom mudar um pouquinho de ares!!!
A quilometragem total ficou em 13.314 km....é coisa!!

Um comentário:

Edu disse...

Olá Ricardo

achei bem interessante seu projeto em especial a sua postura de compartilhar as informações aprendidas ao longo do caminho e que começa bem antes de pegar a estrada.

Sobre seu roteiro de ida, sugiro especial atenção a cidade Buenos Aires.

Estive lá duas vezes, quase fui roubado com tudo em uma delas e tem o relato da Sra Hartamnn que fez a Carretera Austral

http://www.clubedecicloturismo.com.br/viagens/chica/chica.html

e teve informação certa de que se passasse pedalando por lá iria ser roubada.

Sugiro um contato com ela.

Estarei acompanhando sua narrativa.

Boa Sorte,


Edu.