sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Porvenir

Buenas, acabei nao conseguindo chegar aqui em Porvenir ontem, dia 25, antes das 15 horas pra pegar a balsa para Punta Arenas. Vamos entao recapitular um pouco da história. Dia 24 saí de Rio Grande com a intençao de chegar até a Aduana do lado Argentino. A partida foi as 5:40, para ver se escapava do vento, mas a essa hora já tinham ligado ele. Foram 80 km "subindo serra", apesar da estrada ser plana. Cheguei na Aduana e dormi um pouquinho em um refúgio que tem ali com aquecimento. Decidi continuar mais um pouco, pois caso o outro dia tb tivesse vento, provavelmente nao conseguiria chegar a tempo de pegar a balsa. Mais 15 km entao e cheguei na Aduana chilena, esperei umas nuvens que estavam bem feias passar e toquei pra frente. A partir daí fui marcando todas as Estâncias e Refúgios que encontrava. Parei um tempinho em um refúgio construido de chapas. Fiz um foguinho pra esquentar um pouco mas decidi nao ficar ali, que a distância a cobrir no próximo dia ainda seria muito grande. Seguindo entao, e depois de 118 km de Rio Grande, encontrei outro refúgio e neste acabei passando a noite. Esse sim era bem construído, com mesa, banco, beliche de aço e paredes isoladas com placas de isopor. Pena que nao tinha porta, que provavelmente foi usada como lenha....rsrsrs, mas isso nao foi problema, pois o saco de dormir dá conta. De qualquer forma nao vacilei e tb dormi de calça e moleton pra garantir, as 22:40 apaguei. Altos Natal!!!
Dia 25, levantei as 4:15, obviamente pra ver se o vento estava mais manso. As 4:40 parti e me deliciei com meia hora de velocidades acima de 20 por hora, ai vocês já sabem né? Ligaram o vento. E assim foi até o fim do dia. Neste dia tive de me servir de água de um laguinho, também usado pelas ovelhas. Aparentemente água de qualidade. Claro que passei-a pelo meu filtro! Acredito que neste dia tenha percorrido o trecho mais boca braba. Fiquei por horas andando a 6, 7 km/h. Isso já era de se esperar, uma vez que a minha direçao nestes dois últimos dias era para oeste, bem de frente para o crime!!!
Resumindo, cheguei em Porvenir depois das 16 hs, perdi a balsa e tive de me meter em uma pousada por aqui. Espero hoje, que a balsa para Punta Arenas possa partir as 18 hs como está previsto. Agora pela manha fui ao banco comprar alguns pesos chilenos, que por aqui os mercadinhos nao aceitam dólares.
Para os que gostam um pouco de números, vou colocar as quilometragens e médias dos últimos dois dias, pra que compreendam a fudiçao que foi!!!
Dia 24:
118 km
11,8 km/h média
Dia 25:
120 km
11,7 km/h média
Era isso. Depois posto alguma foto. Dia com muito vento nem dá muito ânimo de parar e tirar foto, mesmo com paisagem bonita em volta.

Um comentário:

Marcelo Perri disse...

Engraçado, como qd eu fui peguei o vento na ida e vc o pegou na volta, parece que não tem mesmo como fugir deese vento.
Bem pelo menos na volta eu fugi do vento... vim de avião